Quem sou eu e o que este blog.

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Como seria o notebook ideal para um fotógrafo?

Eu nunca vi um notebook perfeito para um fotógrafo. Até existem alguns bons. como os Apple Mac Pro. Mas ideal mesmo, que atenda a todas as necessidades, eu não vi.

Mas o que realmente seria necessário?

Os itens comuns

Existem os itens comuns que atendem a todos os usuários, como Wireless, Ethernet Gigabit, várias USBs, web cam, microfone embutido, auto falantes embutidos etc, que tem na maioria dos notebooks. Claro que os fotógrafos precisam de muitos deles, então é bom ter. Aliás, já pode-se pensar na USB 3.0.

Interface Bluetooth pode ser útil. Existem muitos eletrônicos que falam Bluetooth, e no  outro dia transferi uma foto do meu tablet para o notebook de uma amiga usando o Bluetooth.

Leitor de cartões

A maioria das câmeras simples usam cartões SD, e este formato está se popularizando nas DSLRs, mas muitas, principalmente as mais sérias, usam o formato de cartão CF. Então, atém de um leitor que leia todas as variações de SD, ainda tem que ter um leitor de CF, tanto tipo I quanto tipo II.

E no futuro tem que se pensar em uma versão com o novo formato de cartões CF, o XQD.

Bateria e autonomia

Parece que colocam cada vez menos bateria. Conforme diminuem o consumo, melhoram o rendimento, trocam a iluminação do LCD para LED (diminuindo o consumo da tela), parece que colocam baterias menores. Pode ser só impressão, um engano meu.

Mas um fotógrafo pode passar horas em um trabalho sem ter como colocar o notebook na tomada. Então uma grande autonomia é fundamental. Se tiver a opção de baterias extras, melhor ainda.

Em alguns casos, um carregador para carro pode ser uma grande mão na roda.

Memória

Menos de 4 GB atualmente, nem pensar. Alguns programas de edição comem muita memória, dependendo do que vai fazer. Com as imagens cada vez maiores, isto se torna importante.

Modem 3G

Um modem 3G embutido pode ser o sonho de muitos, especialmente jornalistas que tem que enviar logo a matéria, as fotos etc. Ficar colocando algo pendurado do lado de fora, com risco de acidentes, é terrivelmente chato. O chip poderia ser debaixo da bateria, tal como fazem com os celulares.

Aliás, não sei por que os notebooks não saem de fábrica já como modem 3G. Poderiam ter alguns assim. Tem tablet assim.

Som

Cada vez mais a fotografia está se misturando à filmagem. Então som é importante. Tem que ter um bom som, que não consuma muito processador.

HD

Um HD grande, de pelo menos 500 GB é importante. Em trabalhos longos, com muitas fotos, tem como descarregar as fotos e vídeos dos cartões e editá-los sem problemas. Pode ter versão com HD de 1 TB.

A versão top do notebook poderia aceitar 2 HDs, podendo trabalhar em espelhamento (RAID 1). Caso um pifasse, não se perderia os dados.

Firewire e e-SATA

Isto é quase fundamental, pois existem vários dispositivos Firewire, inclusive scanners, e unidades de HD externas. Existem muitas unidades de HD externas e-SATA e Firewire. Imagine uma semana de trabalho perdida, de um projeto, por que o HD do notebook resolveu pifar.

Uma variação é existir um modelo de case de HD, aliás, um modelo para cada tamanho comum de HD (1.8, 2.5 e 3.5 polegadas), que fosse e-SATA, e que pudesse ligar a um conector do notebook para alimentá-los. Estes cases poderiam ser vendidos em separado, tal como as fontes deles, como também alimentados pelo notebook. Isto permitiria ter um case de 3.5 polegadas e um HD de 2 TB para fazer backup, alimentado pelo notebook, simplificando a elétrica, mas tudo mantendo a compatibilidade para ligar em qualquer outro computador. O case poderia ter opcionalmente USB e Firewire.

Controladora de vídeo

Muitos notebooks tem uma controladora de vídeo simples. Um para fotógrafo é bom ser boa, ter a sua própria memória, para não disputar acesso à memória com o processador. Mas no geral, 64 MB deve dar e sobrar.

Aceleração 2D por hardware ajudaria muito, e talvez até um pouco de 3D, pois pode tornar mais confortável de usar, e o driver de vídeo delegar à controladora de vídeo várias tarefas, poupando CPU.

Saídas HDMI, e DVI podem ser úteis, além da VGA analógica. A VGA serve para ligar monitores CRT externos. Tem gente que ainda usa (eu, por exemplo) monitores CRT. Mas no futuro talvez possa ser abolida, pois não se acha mais no mercado de novos monitores CRT que prestem (Aceito um Samsung 997 como doação. :^) ). A DVI está sendo substituída pela HDMI, então a tendência é sumir também, mas muitos monitores LCD existentes a usam.

A controladora suportar dois monitores com imagens diferentes também seria uma coisa muito boa. Um fica com a imagem em edição e ou outro com as ferramentas de edição.

Processador

Atualmente dual core é algo muito comum. Até alguns tablets e celulares tem.

Mais núcleos pode ser útil em alguns momentos, como na hora que roda o Hugin. Mas boa parte do tempo dois núcleos dá conta do recado.

A sugestão é ter a versão de dois núcleos de um processador bom, e versão de mais núcleos com um processador melhor ainda.

LCD

Aqui está o Tendão de Aquiles de quase todos os notebooks, inclusive o meu. Ser iluminado com LED não é a questão. O LED gasta menos energia, é mais eficiente, o que é bom, mas o painel LCD em si é o problema.

Já repararam como o brilho, o contraste, as cores etc, mudam com a mudança do ângulo de visão? Isto acontece com a maioria dos notebooks. Como se vai ter confiabilidade para editar uma imagem assim? O monitor CRT (Tubo de Imagem) do meu Desktop massacra o LCD do meu notebook. Também massacra em brilho, reprodução de cor, detalhes, resolução, conforto etc.

Sim existem LCDs melhores, como os IPS, usados nos melhores tablets, como o Apple iPad, Motorola Xoom etc. Os monitores LCD sérios para edição de imagem também são IPS. E o iPad 3 mostrou que é possível ter uma resolução brutalmente alta em uma tela LCD.

Tem que ter uma grande capacidade de reprodução de cores. Poder ser calibrado seria muito bom.

Pode ter a versão de 15 e a de 17 polegadas, para atender necessidades de transporte e de tela grande, conforme o gosto e as necessidades.

Software

Se rodar o Hackintosh perfeitamente pode deixar muitos fotógrafos felizes, pois terão um computador melhor, e mais bem adaptado, que os Apple Mac, rodando Mac OS X. A maioria dos fotógrafos gosta do Mac OS X, inclusive eu. Mas eu prefiro usar o FreeBSD com o ambiente KDE.

Tem que rodar sem problemas FreeBSD (e PC BSD) e GNU/Linux, pois já soube de fotógrafos trabalhando com Linux.

E o Windows? Até pode ser.

Softwares para backup, RSync, SVN, Firefox (Chrome quando possível), edição de imagem etc. Pode, para não onerar, sair de fábrica com o GIMP, o Luminance e o Hugin, por exemplo, que são Open Source e são para trabalho com fotografia e imagens.

Aliás, até pode dar algum apoio, mesmo que não envolva dinheiro, aos projetos Hackintosh, GIMP, Luminance, Hugin etc, informando que o Notebook já sai de fábrica com alguns deles, ou que aceita a instalação do Hackintosh. Será mais gente a conhecer o produto.

Finalizando

Se eu esqueci me de algum item importante, podem responder nos comentários, mas o que consegui lembrar está aqui.

Se algum fabricante quiser atender às minhas sugestões acima, ficarei feliz em receber alguns exemplares, inclusive o top. Serei garoto propaganda, desde que rode bem o FreeBSD. rs

Um comentário:

  1. Ola J.Goffredo,

    Sobre o 3G, eu já tive contato com um netbook da Nokia que vinha com slot para o SimCard. E nunca mais vi isso em lugar nenhum. Parece ser algo bem simples de ser implementado. Sai os modens discados e entra o 3G.

    Boa sorte,

    ResponderExcluir