Quem sou eu e o que este blog.

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Quantos gênios e artistas se perderam?

Alguém já pensou quantos grandes artistas nunca foram reconhecidos, mesmo que tenham buscado o reconhecimento e viver da sua arte? E quantos nunca procuraram reconhecimento? E quantos só tinham a arte como hobby? Tem vezes que paro para pensar nisto, e faz algum tempo penso em escrever sobre isto.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Como é fácil menosprezar o trabalho dos outros

Existe muito desrespeito às profissões, ao trabalho dos outros. Pode ter alguma influência do tempo da inflação alta, e da ideologia e das propagandas daquela época de procurar o preço mais baixo. Ou será que sempre foi assim? As pessoas não valorizam a experiência, o estudo, e sim, o preço mais baixo, achar que podem elas mesmo fazer qualquer coisa.

Muita gente acha que as profissões dos outros são fáceis. Por exemplo:

  • O trabalho do dentista é só cavar um pouco o dente com uma broca, e depois tampar com uma pasta que endurece.
  • Para que vou contratar um arquiteto? Eu mesmo planejo tudo e construo.
  • O engenheiro vem depois para assinar o projeto da obra. Fulana faz a planta, o projeto, e indica quais paredes derrubar.
  • O trabalho do professor é fácil. É só copiar as coisas do livro para o quadro e pronto.
  • Para que vou pagar R$ 400.00 para um fotógrafo para fotografar a festa, se posso ir numa loja, comprar uma câmera pela metade do preço, pagando em 10 vezes sem juros, e ainda depois tenho a câmera? Ou "Só quero algumas fotos"? Ou "Só algumas fotos suas prestam."...

Tem muita gente que pensa assim. Mas é assim mesmo que funciona?

domingo, 10 de junho de 2012

Decoração da Festa do Divino de Paraty 2012

Na Festa do Divino decoram o Centro Histórico de Paraty. Aliás, como em várias outras festas. A decoração faz parte da festa.

Muitos rituais religiosos, de diversas religiões são bonitos, tem a sua estética. Faz parte da religião, e também é feito para atrair e manter os fiéis. Até a atividade de decorar, e depois desfazer a decoração, faz parte da atividade religiosa, ajuda a manter seu senso de união, de coletivo, pois é feito em grupo. O ser humano gosta de viver em coletividade.

Mas voltando à decoração, eu fiz vários passeios fotografando muitos dos detalhes da decoração. Um detalhe técnico destas fotos rendeu um artigo. A maioria delas, as que tem o céu, foi feita como descrito no artigo Filtro Polarizador X Céu. Como aqui o assunto são as fotos, vamos a elas.


sábado, 9 de junho de 2012

Corrigindo as cores na luz de um painel de LEDs

No outro dia fotografei um show do grupo Chama Maré na abertura da Festa do Divino em Paraty, mas a iluminação estava muito complicada. O pessoal de som e luz teve problema de elétrica (talvez de tempo também) e não puderam montar todas as luzes. Então a luz do show foi baseada em um conjunto de painéis de LEDs coloridos (teoricamente consomem menos energia elétrica), e faziam o branco acendendo todas as cores. Se leu o meu artigo sobre LEDs deve ter uma ideia do que pode acontecer.

Para piorar, o azul estava muito forte, e o vermelho muito fraco, tornando as imagens fortemente azuladas. A minha D90 não conseguiu entender a luz, errando feio o equilíbrio de branco. E pelo que pude ver na edição do exemplo que mostrarei aqui, acho que ela não tinha muitas chances.

A foto, tal como saiu da câmera.

O que fazer nestes casos?

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Bourbon Festival Paraty 2012 - Fotos

Como eu estava em Paraty, assisti ao Bourbon Festival Paraty 2012 (O site parece exigir flash player, coisa fora de moda e cafona. Não digo o conteúdo, que não consegui ver, e sim, exigir flash flash player está ficando cafona e brega.). Foi muito legal, e ajudando um amigo na cobertura consegui acesso aos bastidores também.


Este ano o palco principal, o Palco da Matriz, mudou de lugar, mas não foi para longe. Foi para praticamente o outro lado da praça, para um espaço maior, o estacionamento ao lado da Igreja Matriz.

Tiveram vários eventos mas acompanhei basicamente só o palco em frente da Igreja Santa Rita, o meu preferido, e o palco da que mencionei acima. Acompanhar tudo e fotografar é cansativo. Fora o trabalho de catalogar etc. Terminei a catalogação cerca de uma hora atrás (madrugada de terça-feira), e vou escolher as fotos conforme escrevo o artigo.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Repetitividade de qualidade de JPEG

Quando eu escrevia o artigo sobre "Por que trabalhar com TIFF, e não JPEG?" me bateu a curiosidade sobre repetitividade de qualidade de JPEG.

Vou usar a mesma foto usada nos artigos JPEG não é compactação e no "Por que trabalhar com TIFF, e não JPEG?", os quais recomendo lerem, especialmente o segundo pois vai ser necessário para entender este artigo.


Note: Este artigo é técnico com um certo grau de "nerdice", mas de leitura opcional (Pode ser bom para entender que o JPEG altera mesmo recodificando a mesma imagem usando o mesmo nível de qualidade.). Não precisa entender os scripts que vou colocar, mas eu tenho que colocar por questões de metodologia científica, para mostrar como fiz a experiência, e como pode ser reproduzida. Terão as conclusões de cada experimento, que poderão ser aceitas pelas evidências apresentadas, ou, em caso de dúvida, podem perguntar nos comentários, ou até mesmo tentar reproduzir a experiência.