Quem sou eu e o que este blog.

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Direito autoral para Facebookers e cia

Existe no Facebook (e em outras redes sociais) um festival de violações de direito autoral, mesmo as redes sociais tendo alguns mecanismos para facilitar as pessoas a não cometerem isto.

Parte vem do mito, do conceito errado, de que o que está em acesso público, inclusive na Internet, é de domínio público. Outra parte vem da não compreensão do conceito de direito autoral. Também existem casos que é por puro desrespeito de direito autoral mesmo.

Vejam pessoal esta linda foto. Não é lindo o mundo criado pelo nosso Unicórnio Cor-de-Rosa Invisível?

segunda-feira, 14 de julho de 2014

HDR: Alguns mitos e fatos

Eu vejo muita gente falando sobre HDR, fazendo, tentado fazer etc. Alguns fazendo coisas lindas, e outros fazendo coisas muito cafonas, horrorosas. Mas também vejo muita confusão sobre o assunto. Tem muita gente cometendo erros, e até falando bobagens (Existe o risco de eu falar alguma aqui, e mudar de ideia depois.) etc, e muito disto é por que não entendeu o que é HDR. Então resolvi esclarecer algumas coisas.

Um pequeno desafio  para começar. Qual(is) das três imagens abaixo é(são) um HDR de verdade?

Imagem 1

Imagem 2

Imagem 3

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Equipamento melhor dá resultado melhor?

Conheci um cara que costumava usar faca como ferramenta para tudo. Um dia pediu um canivete suíço emprestado para tirar um parafuso. O que ele fez? Quebrou a ponta da lâmina e ela fechou na mão dele, fazendo um corte bem fundo num dedo. Ele não sabia usar um canivete suíço, então não tentou usar a chave de fenda do canivete, e sim tentou usar a lâmina.

Equipamento melhor só faz diferença na mão de quem é capaz de usar o que ele tem de melhor que um outro. E mesmo assim, quando for necessário usar esta vantagem que ele tem. Se não souber usar o que ele tem de melhor, pode até mesmo obter resultados piores.

No caso acima, se fosse para abrir um envelope, teria que usar a lâmina, o que seria praticamente indiferente entre usar uma faca e o canivete.

E mesmo limitações podem se tornar vantagens, como exigir inventividade para obter bons resultados. E este é um dos pontos que mostram se a pessoa é boa ou não.

Uma parte do resultado final depende de equipamento, pois ele pode até afetar escolhas de criação que se faz, criando ou impedindo certas possibilidades, mas certamente a maior parte do resultado depende da habilidade de usar o equipamento, a forma de usar ele etc.

Eu já escrevi sobre estas coisas em meu blog que sugiro que leiam:

O equipamento não faz diferença. Não é bem assim.

A câmera é a ponta do Iceberg.

Então é melhor aprender a usar o que tem à mão, aprender os recursos e limitações do que se tem, e não ficar só desejando mais e mais.

PS: O canivete mencionado no primeiro parágrafo não era meu, senão eu estaria cumprindo uns 40 anos de prisão.