Quem sou eu e o que este blog.

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

terça-feira, 15 de março de 2011

50mm - O vício...

Para quem tem uma SLR de filme, ou uma DLSR Full Frame, ou uma DSLR de sensor menor como as Nikon DX ou as Canon APS-C, esta lente é uma delícia.


Ela é clara, dá um desfoque lindo de fundo, tem uma profundidade de campo curtíssima etc.

Existem muitas versões, sendo as mais comuns a F1.8 e a F1.4, o que permite fotos com pouca luz. E ainda existem outras versões mais claras ainda, como uma totalmente manual, a F1.2 da Nikon (Pelo que eu soube, a Canon tem uma assim também, mas sei os modelos.), e a que talvez seja a mais especial de todas, a Leica Noctilux F0.95 para câmeras da série M da Leica.

Não importa o modelo, a ótica costuma variar de muito boa a absurdamente boa. É muito difícil existir uma 50mm ruim.

Eu falo que esta lente vicia, pois tira fotos com pouca luz, é clara, prática, leve, pequena. Tem um controle bem interessante da profundidade de campo, podendo fazê-la bem curta. E ela não é muito cara, especialmente as F1.8. A versão para a Nikon pode ser comprada sem dificuldade por menos de R$ 500.00 no Brasil, e nos Estados Unidos custa cerca de Us$ 120.00.

Abaixo mais exemplos dela:



Nas câmeras DSLR com sensores menores (as DX da Nikon e as APS-C da Canon) ela age como uma pequena tele, a lente ideal para retratos.

Foto de uma amiga minha, a Ilma, em uma sessão de fotos de dança.
Mas é necessário um cuidado grande com o foco, pois qualquer erro não será perdoado. Acho que esta foto acima não está com o foco perfeito, eu acho que errei por pouco.

Ela permite fotografar relativamente perto, como deve ter notado nas fotos acima, especialmente na foto dos Confetti.

Já deu para notar que ela vicia, e é por isto que recomendo para muita gente não comprar flash, e sim, uma 50mm. Se observar por aí, muitos fotógrafos também falam para os iniciantes comprarem uma 50mm.

Todas as fotos acima foram feitas com uma Nikon 50mm F1.8 fabricada em 1989, ou antes. Muito obrigado Cláudia por me emprestar as suas lentes, especialmente esta.

15 comentários:

  1. Comprei uma 1.8 nesse fim-de-semana, mas ainda não testei. Quero ver o resultado!

    ResponderExcluir
  2. João,
    Este vício ( fotografia) fora cachimbo, música, literatura,cinema e outros irão acabar comigo. Estou preste a comprara uma 50, pois no passado sempre tive 50mm, 1.2 da Canon em minha mala ( nesta época tinha 1 Canon F1). Tenho D90, SB 600, 55-200 vr, 1 18-70 e uma 35mm , 1.8, cabo extensor SC 28. Estou ficando maluco. Abraços,
    Agrício Brazil comunidade D90.

    ResponderExcluir
  3. Andressa Demétrio29 de outubro de 2011 12:43

    Oi João!
    Vi seus comentários no blog Dicas de Fotografia e vim aqui olhar o seu. Então estou pra pegar uma Nikon D90... ando lendo muito sobre e vi que o custo benefício é muito bom. Ano que vem pretendo fazer curso de fotografia. Quero sua ajuda pois pretendo fazer PetBook e fotos de cães (aniamis)... qual lente você acha que deve adquirir depois? A 50mm serveria pra isso? Tiro muita fotos dos meus cães e de nossos passeios com eles! Obrigada, aguardo resposta.

    ResponderExcluir
  4. A 50 mm serviria sim, mas depende de como vai usar. A Cláudia Regina, do Dicas de Fitografia, contou que uma vez fez todo o batizado com uma 50 mm.

    ResponderExcluir
  5. E a lente que vem na D90 a 18-105 vai me servir bem pra isso? É uma lente na qual posso ficar só usando ela por um tempo até adquirir outra? Obrigada pela atenção!

    ResponderExcluir
  6. A 18-105mm é uma lente bem versátil, mas não é muito clara. Você pode fazer muita coisa com ela.

    Pode dar um passo de cada vez. Primeiro use-a, até sentir a necessidade de algo mais, e então compre este algo mais, e assim por diante. É até bom fazer isto, pois vai conhecer bem cada equipamento, e como aproveitá-lo bem.

    E de nada.

    ResponderExcluir
  7. Adorei as fotos!
    Tenho um t3i com a objetiva padrão, estou terminando um curso de fotografia mas estou meio perdida nesse mundo de lentes.

    Os meus objetivos são, retratos de pessoas, animais e paisagens. Estive pensando em comprar essa 50 mm f 1.8 e uma 70-200 mm f.2.8. O que acha? Vai suprir minhas necessidades?

    Obrigada desde já!

    ResponderExcluir
  8. Se vai fotografar sempre de dia, pode não precisar usar o F2.8 da 70-200, então a única vantagem dela seria o desfoque. Se vai fotografar shows, dança, teatro, de noite etc, o F2.8 dela seria útil. Se for trocar pela 70-300, procure uma com estabilizador.

    Pode usar a 50mm e a 70-200mm F2.8 ou uma 70-300mm para retratos, mas a 50mm arrasa nisto, e as teles não poderiam, geralmente, usar muito longe dos 70mm.

    A 50mm é praticamente um "Tem que ter". Ela é muito legal, e vicia.

    Mas paisagens podem exigir grandes angulares. Talvez, no início, a lente de kit lhe atenda nisto.

    ResponderExcluir
  9. Valeu, J. Godoffredo! Comprei a cinquentinha e comprei uma 18-250 sigma com IS! Acho que isso vai me bastar por enquanto!! A cinquentinha chega essa semana, muito animada! Obrigada! Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Esta lente realmente vicia...rs
    Comprei no final do ano por R$ 330,00 e foi um dos melhores investimentos que fiz até agora.

    ResponderExcluir
  11. Goffredo,

    Tenho uma 50mm de1.4 Nikkor mecânica, maravilhosa.

    Sabendo manusear a velocidade e a abertura faz fotos claras com luzes muito suaves. Mas, há esse "detalhe" que comentou o foco é muito preciso, daí eu faço o seguinte para não perder o momento, deixo o dedo no obturador e disparo umas 4 fotos de uma vez girando lentamente a lente em torno do ponto que considero de focagem, não tem erro.

    Já me salvou de umas boas situações, há pouco tempo fui cobrir um evento de MMA e não tinha levado meu flash, e minha tele não é muito clara, as luzes do local não ajudavam, daí optei por tirar fotos colado no ringue com uma 50mm, deu um trabalham, mas o resultado, vejam:

    http://baiaodeideias.blogspot.com.br/2012/03/licoes-fotograficas-do-ringues.html

    Na verdade eu acho que é uma lente obrigatória para qualquer fotógrafo.

    Parabéns pelo blog, Godoffredo, estou lendo-o com calma,

    abs,

    Nilson Soares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belo comentário, mas inadvertidamente no artigo errado. Comprei uma destas mecânicas no sábado e estou experimentando. O artigo já está quase pronto, faltando mais algumas fotos. O seu comentário se enquadraria melhor no novo artigo. rs

      Mas como dizia a minha mãe: "Adivinhar é proibido". rs

      Excluir
  12. Ola João. Parabéns pelo blog. Pode me tirar uma dúvida? É tão necessário um VR numa lente 50mm como é numa lente pesada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não conheço uma 50mm com VR, mas poderia ser interessante. Com o VR consegue-se fazer exposições de 1/8s, ou até mais (Acho que o meu recorde sem me apoiar, com o VR ligado, foi de 2.5s com uma 18-105mm.).

      Com prática pode-se fazer fotos com 1/30s, ou até mais tempo, com uma 50mm, mas com uma versão com VR é possível chegar sem dificuldades em 1/8s.

      Excluir
  13. Eu não conheço uma 50mm com VR, mas poderia ser interessante. Com o VR consegue-se fazer exposições de 1/8s, ou até mais (Acho que o meu recorde sem me apoiar, com o VR ligado, foi de 2.5s com uma 18-105mm.).

    Com prática pode-se fazer fotos com 1/30s, ou até mais tempo, com uma 50mm, mas com uma versão com VR é possível chegar sem dificuldades em 1/8s.

    ResponderExcluir