Quem sou eu e o que este blog.

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Por que fechar o visor de uma SLR?

No artigo "É necessário tampar o Viewfinder na longa exposição?", publicado em Agosto de 2011, mostrei que não é necessário tampar o visor de uma SLR para fazer uma foto. Pelo menos na minha D90, a luz vinda de trás não interferia na foto. Mas ela pode interferir na medição.

Quando o fotógrafo olha pelo visor, ele mesmo fecha o visor para qualquer fonte de luz externa, mas quando não olha, a luz ambiente entra pelo visor da SLR e interfere na medição.

O teste para isto foi absurdamente simples, bem mais simples do que o necessário para comprovar que a luz não interfere durante a foto.

Eu sentei em uma sombra durante um dia ensolarado e coloquei a minha D90 em um tripé. Tampei a lente. Com a FZ28 fiz duas fotos da D90, mostrando as fotometrias no LCD superior, uma com a minha mão obstruindo o visor, e a outra com ele exposto. Os resultados estão abaixo:

Com o visor exposto, e a lente configurada para F1.8, mesmo com a lente tampada tive uma fotometria que indicava um tempo de exposição de 1/1600 s.

Com o visor tampado com a minha mão, o tempo de exposição foi tão alto que a câmera não mostrava mais. Isto normalmente indica que ele é de, pelo menos, alguns décimos de segundo.

Ou seja. Tampar o visor pode não ser necessário para fazer a foto, para a exposição do sensor/filme, mas pode ser necessário para fazer a medição.

Quem quiser, pode fazer esta experiência. Eu quase fiz de forma bonitinha, com uma lanterna no visor etc, mas acabei aproveitando uma chance que tive, e fazendo da forma mais simples possível. Acho que uma situação mais realista, como esta, ficou melhor.

2 comentários:

  1. Sim nos modos de prioridade ou qualquer um mais automático (P, Auto e os modos predefinidos) a medição de luz sem nada tapando a ocular vai alterar a exposição.

    Mas, como defendo sempre, se regulamos a exposição medindo a luz no modo M (manual) ao tirarmos o olho da ocular, o indicador de medição vai até indicar que houve aumento de luz (ou uma superexposição) mas a fotografia seŕa feita com a exposição regulada.

    Então, se não tiver a tampa, mesmo que goste de usar um modo de prioridade (abertura ou tempo) veja o valor de exposição desejado, passe para o modo manual e regule o mesmo na câmera. Se a foto for realizada no tempo que a trava de exposição fica ativa (na Canon 4 segundos), aperta a trava de exposição pode ser suficiente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas pessoas podem fazer o ajuste da exposição sem olhar pelo visor, só usando o LCD superior. Nestes casos sempre tem que tampar o visor, não importando o modo que use.

      A vantagem do Manual é que a exposição fica travada, ao contrário dos outros, que não travam, ou travam por curto tempo. Então no modo Manual se faz a medição olhando pelo visor, ou no LCD superior tampando o visor, e não terá mais preocupações com aquela medição.

      Excluir