Quem sou eu e o que este blog.

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

SOOC (direto da câmera) versus tratamento

A sigla em inglês SOOC significa "Straight Out Of Camera"' que traduz basicamente como "Direto da Câmera". Ela é usada para fotografias que saíram da câmera sem qualquer tratamento adicional. As fotos tiradas por câmeras compactas são tipicamente assim.

Luís Perequê, no show de encerramento da FLIP 2012. Um SOOC que passou por redução e colocação de logotipo.

Tem fotógrafos que fazem muito isto. Eu mesmo uso muitas fotos tal como saíram da câmera, sem tratar, pois costumo fotografar demais, e perderia muito tempo tratando. Então faço a melhor foto possível na hora, mas gravo também o raw para uma eventual edição posterior.

Existe uma comunidade sobre SOOC no flickr, que tem uma definição bem rígida. Se a foto sofreu qualquer tratamento, dentro ou fora da câmera, ela não é mais SOOC. Ela é SOOC quando é o arquivo gerado no momento da foto.

Também faço fotos planejando tratar, mas nestes casos costumo já ter o tratamento, pelo menos parcialmente, planejado no momento que faço as fotos. Quando se vislumbra bem adiante, se pode tomar os cuidados necessários para ter o melhor material possível.

Pseudo-HDR usando o método Mantiuk para exagerar as cores e o contraste. Eu, ao olhar a cena, pensei: "Um Mantiuk com exagero de contraste irá fazer um bom trabalho com estas nuvens, e com um pequeno exagero de cores irá fazer uma maravilha com estas portas coloridas. Pena que não estou com o meu tripé, mas pode ser que funcione com uma só foto."

Neste pensei: "Será que consigo mostrar a palmeira, que não tem luz alguma, e o letreiro altamente brilhante?". Detalhes em HDR, um estudo de caso (Making Of). Foi algo bem planejado.

A foto azulada, como estava saindo da câmera...

...e como ficou depois de tratada. Detalhes em Corrigindo as cores na luz de um painel de LEDs. Aqui tomei o cuidado para não ter nenhuma cor estourada, no caso, o azul, para poder recuperar tudo na edição.

Também já fiz tratamento para salvar fotos, mas isto costuma ser em casos mais extremos como em fotos de raios.

Esta foto estava muito estourada no SOOC, tal como saiu da câmera, quase inaproveitável. Quando editei o raw vi que dava para salvar muitos mais detalhes. Ainda está estourada, mas recuperei muitos detalhes.

Já fiz também para melhorar uma foto, mas não é comum.

Mexi nas curvas para clarear um pouco as partes mais escuras, para as pessoas ficarem mais visíveis.

De qualquer forma, sempre fotografo em "raw+JPEG fine", para ter a opção de editar depois. E quando edito, é praticamente sempre o raw. O JPEG não presta muito para isto.

PS: As fotos mostradas nos artigos deste blog não são rigidamente SOOC por que foram reduzidas, receberam logotipo, e algumas foram rotacionadas, mas na maioria dos casos, estes processamentos foram aplicados sobre as fotos SOOC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário