Quem sou eu e o que este blog.

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

RIP Dennis Ritchie

Hoje rolou a notícia da morte de Dennis Ritchie. Ele foi muito menos conhecido, mas talvez muito mais importante, que o Steve Jobs.

Ele foi um dos pais do Unix, junto com vários colegas do Bell Labs como Ken Thompson (quem deu o pontapé inicial do Unix), Brian Kernighan etc. O Unix é atualmente é o sistema operacional mais importante do mundo. Ele, ou derivados dele, ou outros, mesmo que escritos do zero, inspirados nele (como o Linux), é que movem, armazenam, lidam etc, quase toda a informação da humanidade atualmente.

Se todas as contribuições, diretas ou indiretas, do Dennis Ritchie e seus colegas do Bell Labs sumissem repentinamente do planeta, teríamos sorte se só voltarmos ao século 19. Acho que corríamos risco de regredirmos em vários séculos.

Ele criou a linguagem C, que é usada para escrever quase todos os sistemas atualmente. Muitos aplicativos são escritos em linguagens derivadas do C, como C++. E os compiladores e interpretadores de muitas outras linguagens são escritos em C.

O Unix é usado desde mainframes, supercomputadores, servidores, até nos Apples Mac, iPhone, iPads, Google Android, WebOS, roteadores de mesa, rádios de telecomunicação, centrais telefônicas, sistemas embarcados, e até em uma torradeira.

Até o Windows tem contribuições indiretas dele, pois boa parte dele é escrita em C ou C++, fora que parte do código de várias versões do Windows (não duvido que até as atuais) tem código de sistemas BSD, que é uma variação do Unix original (desenvolvido por Dennis Ritchie e colegas do Bell Labs) desenvolvida na Universidade de Berkeley à partir do Unix da Bell Labs. Aliás, a Internet nasceu no BSD.

E um sinal de humildade dele e dos colegas dele. O Unix, o C etc, nasceram como projetos pessoais, sem grandes pretensões, a não ser testar algumas ideias, estudar etc, fazendo algo que certamente gostavam.

3 comentários:

  1. Esqueci de mencionar do artigo de números primos, no qual o programa foi escrito em C. Bom para quem nunca viu um programa em C e quer dar uma olhada em como é um:

    http://jgoffredo.blogspot.com/2011/07/calculando-numeros-primos.html

    E tiveram homenagens na rede:

    http://vidadeprogramador.com.br/2011/10/13/dennis-ritchie/

    ResponderExcluir
  2. Um amigo meu me mando este texto, em inglês, sobre Dennis Ritchie. O texto é muito bom, e explica bem a importância do trabalho dele:

    http://www.zdnet.com/blog/perlow/without-dennis-ritchie-there-would-be-no-jobs/19020

    ResponderExcluir
  3. A versão 9.0 do FreeBSD foi dedicada ao Dennis Ritchie:

    "
    Dedication

    The FreeBSD Project dedicates the FreeBSD 9.0-RELEASE to the memory of Dennis M. Ritchie, one of the founding fathers of the UNIX[tm] operating system. It is on the foundation laid by the work of visionaries like Dennis that software like the FreeBSD operating system came to be. The fact that his work of so many years ago continues to influence new design decisions to this very day speaks for the brilliant engineer that he was.

    May he rest in peace.
    "

    http://www.freebsd.org/releases/9.0R/announce.html

    ResponderExcluir