Quem sou eu e o que este blog.

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

sábado, 2 de janeiro de 2016

Um pouco sobre fotografia de fogos

Este ano cheguei em cima da hora para fotografar os fogos de Paraty. Uns 15 minutos antes. Deveria ter chegado antes, mas não foi possível. Assim não tive tempo de testar tudo o que precisava.


No ano passado usei o DSLR Remote para controlar a câmera, mas este ano troquei de celular, e ainda não tinha testado ele no novo celular. Na hora de testar, descobri que o DSLR Remote não funciona no Moto G3. Ele faz até o click, mas é muto baixo. Acho que não tem potência suficiente para acionar os LEDs.


Pensei em usar o DslrDashboard, mas vi que teria que testar antes e estava ficando sem tempo. Em suma, resolvi apelar para o plano C, que é apertar mesmo o botão, com a câmera em modo Bulb, como fazia antigamente.


Desta vez resolvi fazer algumas coisas diferentes. Acho que estou melhorando, mas falta muito para me tornar um bom fotógrafo de fogos de artifício.


Uma das coisas diferentes foi não fotografar todo o percurso dos fogos, e sim, um tempo curto depois da explosão. Mas acertar este tempo não é tão fácil quanto falar (ou escrever).


Eu não tinha o controle sobre quais fogos, quando, por quanto tempo, onde etc. Eu tinha que pegar um enquadramento grande do céu e tentar dar sorte. Tinha que controlar a ansiedade. Não tinha tempo para avaliar os resultados. A fumaça também se acumularia, piorando os resultados, criando dispersão da luz, obstruindo a visão etc.


Deve ser muito mais fácil fotografar fogos encenados, disparados controladamente para serem fotografados, mas não tenho cacife para isto.


Fotografar fogos parece ser tão, ou mais, difícil do que fotografar esportes.


Postei aqui as fotos sem cortes, sem edição, sem apagar os restos dos fogos anteriores. Sei que poderia melhorar as fotos assim, artificialmente, mas quis passar a mensagem de que fotografar fogos não é tarefa fácil. Basicamente escolhi algumas das fotos que gostei.


Nenhum comentário:

Postar um comentário